Sociedade

Rui Costa integra Academia Nacional de Medicina dos Estados Unidos

Escrito por Luís Martins

O neurocientista guardense Rui Costa foi eleito membro da Academia Nacional de Medicina dos Estados Unidos da América.

Depois de uma passagem pela Fundação Champalimaud, em Lisboa, o investigador é atualmente diretor e CEO do Instituto Zuckerman, bem como professor da Faculdade de Medicina da Universidade da Columbia (Nova Iorque). De acordo com um comunicado daquela universidade, esta eleição é o resultado das «excelentes contribuições do Rui Costa para a ciência do movimento e aprendizagens do cérebro, que gerou insights sobre a doença de Parkinson, autismo e transtorno obsessivo-compulsivo».

O seu trabalho mais recente é o estudo do movimento, «como se inicia, como se constroem sequências de movimentos, como se aprende a fazer novas ações e ações mais complexas». Uma investigação que lhe valeu, no ano passado, a Medalha Ariëns Kappers, atribuída pela Academia Real de Artes e Ciência da Holanda, pelo contributo para o estudo do movimento e da aprendizagem de novas e complexas ações.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta