Sociedade

Guarda celebra hoje 820 anos

Escrito por Luís Martins

A assinatura do auto de consignação e lançamento da primeira pedra dos Passadiços do Mondego é o ponto alto das comemorações dos 820 anos da Guarda, que se assinalam esta quarta-feira.
O ato que marca o arranque da «obra estruturante para a valorização do território numa lógica de desenvolvimento turístico e que representa um investimento de cerca de três milhões de euros», segundo o município, está marcado para as 12 horas, no paredão da Barragem do Caldeirão.

O Dia da Cidade contempla ainda uma sessão solene, pelas 10h45, que será presidida pela ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. Este ano a autarquia vai atribuir Medalhas de Mérito Municipal ao neurocientista Rui Costa, o atual Diretor-Geral das Artes, Américo Rodrigues, a Valentin Cabero e Rui Jacinto, membros ao conselho executivo do Centro de Estudos Ibéricos, a Daniel Vendeiro, ex-presidente da Junta de Fernão Joanes, Joaquim Venâncio, cesteiro de Famalicão da Serra e a Armando Gil, antigo comandante dos Bombeiros da Guarda e dirigente desportivo.

Outros dos homenageados são João Casanova, médico oncologista, Susana Xavier, médica e antiga delegada de saúde da Guarda, Diogo Libânio, médico, a Casa do Bom Café e o Clube Escape Livre. Ao longo do dia estão previstas várias inaugurações e a ligação da iluminação de Natal (18 horas). À noite há um concerto dos The Gift no TMG.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta