Sociedade

Beira Interior registou mais 37 nascimentos em 2018

Distrito da Guarda teve menos 393 nascimentos que o distrito de Castelo Branco, onde há duas maternidades

Os números ainda não são suficientes, mas há boas notícias no que toca à taxa de natalidade na Beira Interior. Em 2018, nas três maternidades da região – Hospital Sousa Martins (Guarda), Centro Hospitalar Universitário da Cova da Beira (Covilhã) e Hospital Amato Lusitano (Castelo Branco) – nasceram 1.561 bebes, mais 37 do que em 2017.
Tal como O INTERIOR noticiou na última edição, só na Guarda nasceram no último ano 584 crianças, mais 27 que em 2017, o que faz com que a maternidade do Sousa Martins tenha sido a que registou o maior aumento de nascimentos da região. Pelo contrário, a maternidade de Castelo Branco foi a que teve menos nascimentos, com 438 bebés no ano transato. Mesmo assim, o Amato Lusitano registou mais 21 bebés que no ano anterior, quando nasceram apenas 417. Já na Covilhã é contrariada a tendência de aumento e no último ano houve apenas 539 nascimentos, menos 14 que em 2017. Apesar de ter sido na maternidade da Guarda que se registaram mais nascimentos na Beira Interior, em termos distritais os números são mais preocupantes, pois no distrito de Castelo Branco, na soma das duas maternidades, nasceram 977 bebés no ano passado, mais 393 que no distrito da Guarda.
Em termos nacionais também houve mais bebés em 2018, tendo nascido 80.484 crianças só nos primeiros onze meses – os últimos dados conhecidos –, o que significa mais 1.107 do que em igual período de 2017. Estes dados resultam dos “testes do pezinho” entre o terceiro e o sexto dia de vida, uma recolha de sangue para rastrear doenças metabólicas realizada no Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. Segundo os dados disponíveis, só no distrito de Lisboa registaram-se 23.803 nados vivos, seguido do Porto, com 14.491 nacimentos, Braga com 6.172 e Setúbal com 6.027. Dados que contrastam com os números bastante inferiores dos distritos da Beira Interior.

Maria do Céu é a bebé do ano na Covilhã

A primeira bebé de 2019 do Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB) chegou às 5h43 do dia 2 de janeiro. Maria do Céu nasceu com 2,940 quilos e é filha de um casal residente no concelho do Fundão.

Sobre o autor

Ana Eugénia Inácio

Deixar uma resposta