Sociedade

Morreu Freitas do Amaral

Escrito por Sofia Craveiro

Diogo Freitas do Amaral, de 78 anos, antigo presidente e fundador do CDS, faleceu esta quinta-feira.  O político e professor universitário estava internado
nos cuidados intermédios no Hospital da CUF, em Cascais, há cerca de duas semanas. Sofria de cancro nos ossos e terá tido uma paragem cardíaca, que ditou o seu falecimento.

Freitas do Amaral foi Ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) entre 1980 e 1981, tendo ainda sido candidato à presidência em 1986, com apoio do partido que fundou e do PSD. Perdeu para Mário Soares.

Freitas do Amaral fez parte de governos da Aliança Democrática (AD), entre 1979 e 1983. Saiu do CDS em 1992. Fez parte do governo PS, onde foi designado MNE no governo de José Sócrates em 2005, cargo que abandonou no ano seguinte por motivos clínicos. Não regressou à vida política desde essa altura.

Este ano, em junho, lançou o seu terceiro livro de memórias políticas intitulado “Mais 35 anos de democracia – um percurso singular”, que abrange o período entre 1982 e 2017, editado pela Bertrand.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta