Sociedade

Festival da Cherovia regressa ao Centro Histórico da Covilhã

Escrito por Jornal O Interior

O Festival da Cherovia, «que tem vindo a ganhar cada vez mais dimensão», de acordo com a organização, regressa este fim de semana à Covilhã para promover este produto endógeno da região.
De quinta a domingo, o centro histórico da “cidade neve” terá várias áreas de restauração, artesanato, espetáculos de música ao vivo e ainda o lançamento da marca “I Love Covilhã” e do mel de cherovia. A 12ª edição do evento inclui um encontro de tunas na noite de abertura – que será dedicada aos estudantes da cidade –, um festival nacional de ranchos folclóricos (sábado à noite) e um festival de bandas filarmónicas (no domingo à tarde). Na sexta-feira haverá noite branca. Se o tempo ajudar, a organização espera uma afluência de 50 mil pessoas, à semelhança do ano transato. «Esta será a melhor edição de sempre, quer em expositores, quer em animação, quer no número de artistas», disse Eduardo Cavaco, presidente da Banda da Covilhã e principal promotor da iniciativa, na apresentação da atividade.
O Festival da Cherovia, «que transformou a Covilhã em Capital Nacional» desta iguaria, é organizado pela Banda da Covilhã e pela Associação Cultural Desertuna, em parceria com a autarquia. Rica em vitamina C, potássio, fósforo e magnésio, a cherovia sempre foi um produto usado na gastronomia da Cova da Beira, mas que era praticamente desconhecido no resto do país. Graças ao festival, a sua produção aumentou muito significativamente nos últimos 12 anos. Segundo dados recolhidos pela organização, quando o evento começou, a produção de cherovia rondava as seis toneladas e agora já ultrapassa as 20.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta