Castelo Branco Região

Marco Baptista será julgado em Setembro

Escrito por Sofia Craveiro

O ex-consultor da Rede de Judarias de Portugal, Marco Baptista, será julgado no próximo dia 5 de setembro no Tribunal de Castelo Branco. Em causa está o alegado desvio de 115 mil euros da rede sediada em Belmonte.

Marco Baptista, foi, em 2017, candidato do PSD às autárquicas na Covilhã.
Após a derrota do partido nessas eleições – e não conseguindo ser eleito vereador – desempenhou um papel de relevo na estrutura da Rede de Judarias, em especial na gestão de fundos do programa EEA Grants.

O suspeito esteve desaparecido durante quatro meses (iniciados em novembro de 2017), tendo sido visto publicamente pela última vez na reunião da comissão política do PSD, onde anunciou que não seria mais candidato à câmara da Covilhã.

Findo o período de desaparecimento, é internado no serviço de psiquiatria do Hospital da Guarda (em Março de 2018) durante uma semana. Após ter alta, é detido à saída da unidade psiquiátrica pela Polícia Judiciária, para interrogatório.

Marco Baptista será agora julgado pelas suspeitas de crime peculato e abuso de poder, por um coletivo de juízes.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta