Sociedade

Passadiços do Mondego já estão em andamento

Escrito por Jornal O Interior

Um dos momentos que marcou o 820º aniversário da Guarda foi vivido no paredão da Barragem do Caldeirão com o lançamento da primeira pedra dos Passadiços do Mondego.

Esta quarta-feira, após a sessão solene do Dia da Cidade, teve lugar no paredão da Barragem do Caldeirão o ato oficial de início da obra dos Passadiços do Mondego na presença de vários munícipes, autarcas e presidentes de Junta.
Na cerimónia, lado a lado com o edil guardense, a ministra Ana Abrunhosa não se deixou intimidar e chamou vários responsáveis a, como ela, porem os pés na lama e as “mãos na massa” para marcar com cimento o início da obra.
Na ocasião, e antes de rumar a outras inaugurações, Carlos Chaves Monteiro descreveu o avanço da intervenção como «o desenvolvimento de um território que há muito espera por este investimento» e não se coibiu de afirmar que «nas grandes obras existem sempre aqueles que acreditam à primeira e aqueles que, só depois de ver a obra feita, assumem que alguns homens querem ver feita a mudança do destino de outros». O edil assumiu também que, apesar de «não ser um projeto inovador», por já existir em várias regiões do país, permite «ainda assim inovar, na nossa capacidade de fazer coisas».
Os Passadiços do Mondego vão extender-se nas margens do Rio homónimo ao longo de um percurso com cerca de 11,5 quilómetros, entre a aldeia de Videmonte e a barragem do Caldeirão, passando pelas localidades de Trinta e Vila Soeiro. O percurso integrará travessias de pontes, zonas de ‘slide’ e zonas culturais e aproveitará grande parte dos caminhos já existentes. Calcula-se que esteja concluído no prazo entre um ano e meio a dois anos. Embora estivesse previsto que a obra dos Passadiços só fosse iniciada em 2020, a obtenção do visto do Tribunal de Contas em outubro permitiu a concretização deste início ainda em 2019.
O Dia da Cidade prosseguiu com a inauguração do parque de merendas da Quinta da Taberna, em Videmonte, da requalificação do Largo do Rossio, no Codesseiro, e do Largo da Junta de Freguesia e zona envolvente, no Porto da Carne. Ao final da tarde foi ligada a iluminação natalícia.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta