Região

«Seria um absurdo desgraduar o Hospital da Guarda», diz ministro

Escrito por José Daniel

O ministro da Saúde garantiu, hoje, na Guarda que o Governo não tem «a mínima intenção de desgraduar» o Hospital Sousa Martins e está disponível para rebatizar o Centro Hospitalar da Cova da Beira como Centro Hospitalar Guarda-Covilhã.

A sugestão foi feita por Álvaro Amaro, presidente da Câmara da cidade mais alta, num encontro com autarcas e médicos da unidade, esta manhã, no auditório da Unidade Local de Saúde (ULS). «Porque não, havendo vontade política e concordância na região e o impulso da ARS Centro. Fará todo o sentido, até do ponto de vista económico», respondeu Adalberto Campos Fernandes.

O governante apelou ainda a mais trabalho em rede da ULS guardense com os Centros Hospitalares da Cova da Beira e Tondela-Viseu.

Sobre a requalificação do Pavilhão 5, o ministro afirmou que «falta acabar plano de intervenção para o projeto avançar e permitir a transferência da Pediatria e do serviço materno-infantil». Saiba mais na próxima edição de O INTERIOR.

Sobre o autor

José Daniel

Deixar uma resposta