Desporto

Sp. Covilhã regressa ao trabalho com cinco reforços

Escrito por Jornal O Interior

Presidente e treinador dos serranos assumem a manutenção como objetivo, mas não escondem o desejo de chegar mais longe na IIª Liga

O Sp. Covilhã iniciou na terça-feira a preparação da nova época da IIª Liga com cinco reforços. O central Brendon Lucas (ex-Académica), cedido pelo Portimonense, foi a principal novidade e juntou-se ao defesa Daniel Martins (ex-Penafiel), ao médio Filipe Cardoso (ex-Coimbrões) e aos avançados Santiago da Silva (ex-Coimbrões) e Abdoulaye Daffé (ex-Gondomar).
O plantel aos comandos de Ricardo Soares é formado por 21 jogadores, entre os quais o júnior Madaleno e os seniores de primeiro ano Ruan e Davi, todos oriundos da formação serrana, estão em observação na pré-época. Já os brasileiros Jean Batista, Guilherme Rodrigues e João Bonani têm autorização para se apresentarem mais tarde. «O plantel está aberto para entradas e saídas», esclareceu José Mendes, presidente do clube, adiantando que o objetivo é ter um grupo de 24 jogadores. Por sua vez, o técnico Ricardo Soares, que sucede a Filó – agora no recém-promovido à Iª Liga Paços de Ferreira – admitiu que a principal carência é sobretudo nas alas, estando também previsto um terceiro guarda-redes. «O nosso objetivo é jogar um futebol positivo, de ataque e pressionante, que possa encher de orgulho a gente da Covilhã», afirmou o treinador aos jornalistas, prometendo «tentar elevar o clube a patamares superiores, sabendo as dificuldades» do campeonato secundário.
José Mendes assumiu como primeiro objetivo «a manutenção» e, quando for alcançada, «pensaremos noutros voos, sempre norteados pelo princípio de ser um clube cumpridor». O Covilhã tem sete jogos agendados durante a pré-época, sendo que a apresentação aos sócios está marcada para dia 20, no Santos Pinto, frente ao Paços de Ferreira para a Taça IMB. O plantel, ainda provisório, é composto pelos guarda-redes Igor Araújo e Bruno Bolas; pelos defesas Jean Batista, Tiago Moreira, Daniel Martins, Jaime Simões, Zarabi, Brendon Lucas, Joel e Soares; pelos médios Guilherme Rodrigues, Gilberto, Filipe Cardoso, Mica Silva e Leandro Pimenta; e pelos avançados Adriano Castanheira, Deivison, João Bonani, Kukula, Santiago da Silva, Abdoulaye Daffé. Saíram Vítor São Bento (Xanthi, Grécia), Rafael Vieira (Farense), Henrique Gomes (Gil Vicente), Diego Medeiros (Paços de Ferreira), Zé Pedro (Swope Park Rangers, EUA), Kisley, Rick Sena, João Cunha, Diogo Neto, Sérgio Semedo.
Na terça-feira, a autarquia e o clube assinaram a escritura de cedência dos terrenos para a construção da futura Academia do Sp. Covilhã numa área do Bairro da Alâmpada, na Boidobra. O objetivo é ter pronto no final do ano um primeiro campo sintético para os escalões de formação, seguindo-se outro campo e oito balneários. Numa fase posterior, o projeto contempla a construção de um relvado natural e do edifício principal, com 15 quartos, cozinha, refeitório, salas de estudo e a possibilidade de albergar jogadores dos escalões de formação e também do plantel principal. A obra vai ser feita por fases, em função da disponibilidade financeira do clube.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta