Sociedade

Remedia.Lab reúne na UBI jornais e rádios da região

Escrito por Jornal O Interior

O projeto de investigação da Universidade da Beira Interior (UBI) reuniu na quinta-feira vários representantes da comunicação social da região, nomeadamente O INTERIOR, para debater os maiores desafios enfrentados pelos media locais do Centro do país.
O imediatismo atual, a falta de rigor e de recursos humanos foram alguns dos problemas apontados pelos jornalistas presentes na discussão, que representaram nomeadamente a Rádio Cova da Beira, Rádio Castelo Branco, Rádio Contestável, Rádio Alvorada e “Jornal do Centro”, de Viseu. Além destes, estiveram ainda presentes profissionais do “Jornal do Fundão”, “Reconquista”, “Região de Leiria”, “Fórum Covilhã” e “Notícias da Covilhã”, além de O INTERIOR. Intitulado Remedia.Lab, o projeto, coordenado pelo investigador e docente da UBI João Carlos Correia, pretende trabalhar as dimensões de observatório, laboratório e incubadora dos meios de comunicação da região. O objetivo é detetar quais os maiores problemas e oferecer soluções práticas, além de incubar novos projetos que possam surgir nesta área.
A investigação, que resulta de «uma candidatura à área científica de Comunicação e Media, no âmbito do SAICT/2017 – Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico – IC&DT», de acordo com a UBI, terá a dotação de mais de 209 mil euros e pretende «avaliar a situação dos media regionais, propor estratégias que garantam o seu futuro e incubar novas iniciativas editoriais». De acordo com a UBI, «o projeto Remedia.Lab obteve uma apreciação quantitativa de 4,71 num máximo de 5, tendo o painel de avaliação considerado que se trata de um “excelente projeto” que se prevê vir a ter um “impacto palpável na profissão em Portugal, mas também nas condições sociopolíticas e económicas da região onde se encontram os investigadores».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta