Região

«É difícil encontrar um mau vinho na Beira Interior», diz Aníbal Coutinho

Escrito por Sofia Craveiro

As provas cegas do Concurso de Vinhos da Beira Interior já estão a decorrer.  O júri presidido por Aníbal Coutinho, enólogo e jornalista da especialidade, irá avaliar 83 vinhos da região onde «é difícil encontrar um mau vinho», de acordo com o especialista.

A avaliação inclui vinhos tintos, brancos e rosados, vinhos espumantes e vinhos frisantes certificados como DOC Beira Interior ou como IG Terras da Beira, das colheitas efetuadas entre os anos de 1999 a 2018 inclusive. Os vinhos distinguidos serão conhecidos a 6 de julho, em Trancoso, local onde acontece a entrega de prémios desta competição regional.

Aníbal Coutinho destaca a «personalidade» dos vinhos produzidos na região, afirmando que embora ainda não estejam ainda incluídos «no top 5 das regiões produtoras a nível nacional» são vinhos «que agradam a qualquer pessoa, mas não deixam de ter uma assinatura».

As provas cegas decorrem hoje e amanhã na sede da Comissão Vitivinícola da Beira Interior. Esta entidade é responsável pela organização do concurso que é ainda promovido pelo NERGA – Associação Empresarial da Região da Guarda e a Associação Empresarial da Beira Baixa – AEBB.

Saiba mais na edição em papel de O INTERIOR

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta