Aviões voam de Seia para Castelo Branco

Dois aviões Canadair de combate a incêndios florestais, sediados no Centro de Meios Aéreos de Seia, vão ser reposicionados para Castelo Branco

O peso político da região das Beiras e Serra da Estrela é nulo – Castelo Branco conquistou uma secretaria de Estado da Valorização do Interior que não serve para absolutamente nada (tem a mesma função que a secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional) mas serve para conquistar para Castelo Branco um serviço que até agora funcionava muito bem em Seia. Mais um golpe no interior, na Serra da Estrela, e no combate de proximidade aos fogos.

Os dois Canadair de combate a incêndios florestais que cumpriram durante anos a sua função, e quando seria de esperar mais investimento neste serviço, eis que vão ser transferidos por pormenores inaceitáveis, da limpeza a uma suposta falta de segurança. A decisão pode pareceer técnica, mas é essencialmente política. Sem voz, a região será tratada assim. Castelo Branco também está no interior, mas vai sobressair pela capacidade de reivindicação política e partidária.

Sobre o autor

Luís Baptista-Martins

Deixar uma resposta