Desporto

Paulo Alberto dominador em Fernão Joanes

Escrito por Jornal O Interior

Paulo Alberto (Yamaha) conseguiu no domingo, em Fernão Joanes (Guarda), a terceira vitória consecutiva no Campeonato Nacional de MX, tendo liderado do princípio ao fim a corrida final de Elite.
Perante muito público no Crossódromo das Lages, o piloto de Leiria (na foto) cortou a meta com quase 11 segundos de vantagem sobre Diogo Graça (Suzuki), enquanto Sandro Peixe (Suzuki) chegou mais de 20 segundos depois. O trio manteve estas posições desde o início da prova, já o quarto classificado foi Alex Montero (Husqvarna) e Luis Outeiro (KTM) terminou na quinta posição. No campeonato, Sandro Peixe lidera somou 211 pontos, mais 19 que Diogo Graça quando faltam duas provas, em Carrazeda de Ansiães e Alqueidão. Luis Outeiro é terceiro com 91. De notar que apenas dois pontos separam Renato Silva do lugar mais baixo do pódio, sendo muito curtas as diferenças daqueles que estão logo atrás e que podem ainda discutir o pódio na classificação final do campeonato.
Por categorias, Paulo Alberto foi igualmente dominador em MX1 ao venceu as duas mangas, batendo Sandro Peixe e Sérgio Cano (Husqvarna). Em MX2, Diogo Graça teve mais trabalho para vencer as duas mangas e superiorizar-se a Luís Outeiro e a Alex Montero, segundo e terceiro classificados, respetivamente. Nas contas desta antepenúltima ronda do campeonato vitória também para Ruben Ferreira (Husqvarna) nas dois-tempos e de Luis Outeiro (KTM) nos juniores, pilotos que podem se sagrar vencedores das respetivas classificações em Carrazeda de Ansiães a 16 de junho.
No Europeu EMX 65 a vitória final foi para o espanhol Joel Canadas (KTM), à frente dos franceses Cayenne Danion (Husqvarna), segundo, e Basil Pigois, também piloto da marca sueca. Tomás Santos (KTM) foi o primeiro português ao terminar na 17ª posição. Já Quentin Prugnieres (KTM) dominou a prova de EMX 85 ao vencer as duas mangas da corrida desta categoria. A marca austríaca conquistou os oito primeiros lugares em Fernão Joanes, com o espanhol Victor Puig a terminar na segunda posição e o italiano Valerio Lata a ser terceiro. O melhor português nesta categoria foi Igor Amorim (Yamaha) no 11º lugar da geral.
A Associação Cultural e Recreativa de Fernão Joanes faz um balanço «muito positivo» desta jornada nacional e europeia de motocrosse, considerando que, em termos competitivos, «roçou a excelência» e deverá ter registado um novo recorde de público.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta