Cultura

Festival Bons Sons arranca hoje na aldeia de Cem Soldos

Escrito por Jornal O Interior

Quem conhece a aldeia de Cem Soldos consegue imaginar o ambiente que rodeia o festival de música Bons Sons. Concebido pela associação SCOCS, o festival comemora a música portuguesa e fomenta uma ligação próxima entre quem visita o local e os seus habitantes. Com cerca de oito palcos estrategicamente interligados, esta aldeia de Tomar passa a ser o centro de inúmeros concertos, exposições de arte, atividades e mostras de artesanato.
A 10ª edição ocorre de 8 a 11 de agosto e é marcada por alguns concertos únicos de bandas em conjunto como Sensible Soccers + Tiago Sami Pereira ou Joana Espadinha + Benjamim. Para além da boa música, o evento torna-se importante pelo seu papel no desenvolvimento e partilha de tudo o que a aldeia tem de bom. São os próprios habitantes que suportam o festival, tendo oportunidade de demonstrarem as suas qualidades e de devolver à aldeia o tanto que ela oferece. Existe um grande espírito de comunidade nesta “aldeia em manifesto”, uma importância dada à sustentabilidade e proteção do ambiente, através de inúmeras iniciativas, como a redução de resíduos, e existe, principalmente, uma imensa valorização de quem vive a aldeia durante o resto do ano.
Os lucros do evento são também proveito da população, pois revertem a favor da criação de projetos sociais e culturais, desenhados para melhorar a qualidade de vida e manter vivo este espaço rural cheio de importantes tradições.

Joana Rebelo*

* Joana Rebelo inicia nesta edição uma colaboração mensal com O INTERIOR. Tem 25 anos, é natural de Vale de Cambra, mas reside no Porto, onde se licenciou em Línguas, Literaturas e Culturas e está a frequentar o mestrado em Ciências de Comunicação. Tem estado envolvida em projetos de comunicação interpessoal, cultura e artes, e participado em algumas experiências de voluntariado ligadas à cultura e sustentabilidade. O jornalismo tem sido, para Joana Rebelo, «a melhor forma de ligar todos estes interesses e de os partilhar».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta