Sociedade

Orquestra Académica Filarmónica Portuguesa nasce na Guarda

Escrito por Jornal O Interior

O município da Guarda e a Orquestra Filarmónica Portuguesa assinaram um protocolo na terça-feira para a criação de uma Orquestra Académica que formará jovens instrumentistas na cidade mais alta.
O projeto ficará sediado na Guarda e vai envolver o Conservatório de Música S. José e as escolas de música e instituições de ensino artístico do concelho. O acordo entra em vigor em janeiro de 2019 e insere-se no quadro estratégico da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027. Nesse sentido, a orquestra colocará em contacto os alunos locais mais promissores com «alguns dos melhores jovens intérpretes nacionais». As primeiras audições livres para selecionar os futuros músicos da orquestra realizam-se no Porto e Lisboa, a 27 e 28 de dezembro, respetivamente. Uma terceira sessão terá lugar na Guarda a 12 de janeiro. Podem participar estudantes com idades entre os 16 e 23 anos. Nestas fases serão apurados 65 instrumentistas que participarão em duas residências artísticas a realizar nas férias da Páscoa e Verão de 2019, na Guarda, sob a direção do maestro Osvaldo Ferreira.

Sobre o autor

Jornal O Interior

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda sem votos)
Loading...

Deixe comentário