Região

Estrutura de igreja medieval descoberta no Castro do Jarmelo

Escrito por Jornal O Interior

Escavações arqueológicas realizadas este Verão no Castro do Jarmelo, no concelho da Guarda, podem ter revelado a estrutura de uma igreja medieval. Segundo o arqueólogo Tiago Ramos, responsável pelo trabalho de campo, tratar-se-á da Igreja de Santa Maria, referenciada na tradição popular.
A campanha deste ano deu sequência à intervenção de 2018, que revelou dois blocos de granito «muito bem aparelhados». Tiago Ramos (ver entrevista na página 2) explica que as prospeções foram alargadas para «perceber se tinha alinhamento, ou se era uma esquina ou algo assim». E o resultado foi que os arqueólogos descobriram a esquina de «um edifício monumental, que poderá ser da desaparecida igreja de Santa Maria, que estaria naquele local». Este templo, de origem medieval, tal como as outras duas erigidas no local e dedicadas a São Pedro e a São Miguel, existiu até ao século XIX. «Acreditamos que esta poderá ser um pouco mais antiga, porque temos um elemento de uma janela que será datado do século X/ XI, mas falta-nos alguns dados para o confirmar, ou do século XIII, de quando há documentação inicial da igreja de Santa Maria», acrescenta Tiago Ramos.
Nesta campanha foram também achadas lajes de granito, associadas à cobertura do chão do interior do templo, alguns materiais cerâmicos «da alta Idade Média» e outros «da Idade do Bronze Final ou da Idade do Ferro». Este trabalho foi iniciado no ano transato por Tiago Ramos, no âmbito de um projeto de doutoramento em Arqueologia na Universidade de Salamanca (Espanha), com o apoio logístico do município da Guarda. Este ano estiveram no terreno três arqueólogos e oito jovens que participaram num curso de Verão do Museu da Guarda sobre Introdução à Arqueologia. É intenção de Tiago Ramos continuar as sondagens em 2020.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta