Política

Rui Ventura considera Carlos Peixoto o «único responsável» pela derrota nas últimas eleições

Escrito por Jornal O Interior

Rui Ventura

Rui Ventura considera que Carlos Peixoto tem «um ego muito grande e as consequências estão à vista», pelo que considera o líder distrital e deputado reeleito «o único responsável» pelo resultado do PSD no distrito da Guarda nas legislativas.

O presidente da Câmara de Pinhel e da seção local dos sociais-democratas lamenta «as palavras» do cabeça de lista na noite eleitoral porque «todos trabalhamos para o partido ganhar». Na sua opinião, quem devia fazer «um ato de contrição» era Carlos Peixoto, pois a lista apresentada foi «uma aposta» da distrital. «Eu contribuí no meu concelho. O PSD venceu em Pinhel, mas não ganhou em Gouveia, Figueira de Castelo Rodrigo ou em Seia, concelhos dos três primeiros candidatos e isso deve fazer-nos refletir a todos», constata Rui Ventura. Por isso, o presidente da distrital deve marcar «quanto antes» uma comissão política distrital e «agir em conformidade» com os resultados. «Não ter a JSD na lista é algo inacreditável, enquanto a escolha de Carlos Condesso não teve o acordo da maioria das concelhias», critica o dirigente pinhelense, para quem «a lista era fácil de fazer: Carlos Peixoto, Ângela Guerra e elemento da JSD distrital. Assim ganhávamos facilmente».

Rui Ventura acrescenta ainda que a distrital «não fez o trabalho de casa, que era motivar quem tinha capacidade para dinamizar a campanha e ser conciliadora», porque «para ganhar eleições é preciso acabar com as guerras e unir o partido».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta