Política

Pedro Fonseca demite-se da Federação do PS e renuncia como vereador na Câmara da Guarda

Escrito por Luís Martins

Pedro Fonseca, presidente da Federação Socialista da Guarda, vai demitir-se do cargo após a lista de candidatos às legislativas de outubro proposta pela estrutura federativa ter sido chumbada pela distrital.

O elenco liderado por Ana Mendes Godinho, atual secretária de Estado do Turismo, não foi validado por um voto de diferença, tendo obtido 29 votos contra, 28 a favor e um branco na reunião da Comissão Política Distrital realizada na noite de terça-feira. Pedro Fonseca era o número dois  e o terceiro lugar pertencia a Olga Marques (ex-presidente das Mulheres Socialistas no distrito da Guarda, indicada por Celorico da Beira). Fábio Pinto (por indicação da Juventude Socialista), Telma Mano (Figueira de Castelo Rodrigo) e Jorge Liça (Vila Nova de Foz Côa) eram os restantes nomes propostos.

Com a rejeição da lista, Pedro Fonseca anunciou que se demite da liderança da Federação e renunciará ao mandato de vereador na próxima reunião de Câmara, agendada para segunda-feira. «O responsável pela lista que foi proposta sou eu. Até hoje tudo o que apresentei à Comissão Política Distrital foi aprovado. O apoio que tinha neste órgão desapareceu e, se isso desaparece, eu desapareço com ele. Não tendo apoio, ninguém precisa de me indicar a porta, eu sei sair», afirmou o líder socialista demissionário. Saiba mais na próxima edição de O INTERIOR.

 

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta