Política

Juventude Socialista: Congresso federativo eleitoral marcado para 21 de dezembro

Escrito por Jornal O Interior

A Federação da Guarda da Juventude Socialista (JS) elegeu na semana passada os novos dirigentes das onze concelhias do distrito. O processo antecede a eleição dos órgãos federativos no congresso agendado para 21 de dezembro.
Os líderes eleitos são Francisco Cabral (Celorico da Beira), Américo Besteiro (Figueira de Castelo Rodrigo), Rodrigo Costa (Fornos de Algodres), Matilde Freitas (Gouveia), André Pina (Guarda), Inês Carvalho (Manteigas), Miguel Will (Mêda), André Lourenço (Pinhel), Roberto Duarte (Seia), Daniel Almeida (Trancoso) e Alexandre Oliveira (Vila Nova de Foz Côa). Entretanto, a comissão política da Federação da JS decidiu realizar no concelho da Guarda o XIº Congresso federativo, do qual saíra o sucessor de Fábio Pinto, que não se recandidata por atingir o limite da idade em 2020. O órgão deliberativo elegeu ainda a Comissão Organizadora, que é composta por Luís Silva (presidente), Rodrigo Costa, Matilde Freitas, Miguel Will e André Pina. Como suplentes estão Sónia André e André Lourenço.
Na reunião realizada em Arrifana do Côa (Sabugal), no sábado, a comissão política federativa aprovou, «de forma unânime», um voto de protesto pelo chumbo da proposta de resolução ao Parlamento Europeu para aumentar as operações de busca e salvamento de pessoas no mar Mediterrâneo, pelos eurodeputados portugueses Nuno Melo e Álvaro Amaro, ex-autarca de Gouveia e Guarda.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta