Desporto

Mário Patrão é o melhor português no Dakar

Escrito por Luís Martins

Mário Patrão (KTM) foi 28º da quinta etapa do Rali Dakar e manteve o 21º lugar na classificação geral do mais exigente rali do mundo.

O piloto de Seia cortou a meta 22m41s depois do vencedor, o colega de equipa britânico Sam Sunderland, e está agora a 1h52m45s do líder do Dakar 2019, o norte-americano Ricky Brabec (Honda). Mário Patrão é agora o melhor português na prova das motos após a desistência de Paulo Gonçalves (Honda) devido a queda. De acordo com a organização, o motard «foi forçado a abandonar com um traumatismo craniano leve e uma possível fratura numa mão», tendo sido retirado do percurso de helicóptero.

Na sexta-feira a caravana ligou Monquegua e Arequipa, com um total de 776 quilómetros e uma especial cronometrada de 345 quilómetros, numa etapa que ficou marcada por um gesto de desportivismo exemplar. Sam Sunderland parou 10 minutos para prestar assistência a Paulo Gonçalves, tempo que a organização decidiu retirar-lhe dando-lhe a vitória na tirada.

Este sábado cumpre-se o dia de descanso da prova, que termina na quarta-feira em Lima, no Peru. No domingo a sexta etapa vai ligar Arequipa a San Juan de Marcona, com 502 quilómetros, dos quais 336 serão cronometrados.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixe comentário