Cultura

Peter Hook recorda Joy Division e New Order no TMG

Escrito por Jornal O Interior

O tão esperado – e esgotado – concerto de Peter Hook, baixista dos míticos Joy Division e New Order, acontece no sábado (21h30) no TMG, palco de um dos três espetáculos do britânico em Portugal.
Atualmente com 62 anos, Peter Hook é considerado um dos elementos centrais na estética e composição musical dos Joy Division e dos New Order, com um estilo de tocar baixo muito original e distintivo (o chamado “kooky style”). Em 2010, o músico formou os The Light e com esta banda tem corrido mundo a tocar o seminal repertório daqueles grupos icónicos da música independente britânica. Esta passagem pela Guarda é uma oportunidade única para ouvir ao vivo temas como “Love will Tear Us Apart”, “Shes Lost Control” ou “Transmission” dos Joy Division e “True Faith”, “Blue Monday” ou “Bizarre Love Triange” dos New Order.
Os Joy Division são a mais importante e influente banda pós-punk da história. Entre 1976 e 1980, o grupo liderado por Ian Curtis revolucionou o rock com apenas dois álbuns: “Unknown Pleasures” (1979) e “Closer” (1980). Estes discos e alguns singles, como o imortal “Love will tear us apart”, bastaram para solidificar um percurso musical criativo e original, e após o suicídio do carismático Ian Curtis, os Joy Division depressa se transformaram num mito e numa das grandes bandas de culto das últimas décadas. Os restantes membros originais formaram os não menos influentes New Order, com uma direção musical diferente e mais ligada à pop eletrónica, abrindo novas portas estéticas no seio deste género musical.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixe comentário