Cultura

Orquestra Sem Fronteiras atua no Sabugal

Escrito por Jornal O Interior

A Orquestra Sem Fronteiras estreia no sábado (21h30), no auditório municipal do Sabugal, o seu inovador projeto de “orquestra de bolso” que vai interpretar um repertório dedicado ao compositor checo Antonín Dvorák (1841-1904).
Sedeada em Idanha-a-Nova e dirigida pelo maestro Martim Sousa Tavares, esta formação pretende ser um contributo para a fixação do talento jovem no interior e quer ser também uma referência no contexto ibérico, desde logo porque surge na zona raiana e é formado por músicos dos dois lados da fronteira. São 102 instrumentistas, com idades compreendidas entre os 14 e 20 anos, oriundos dos Conservatórios existentes no eixo que vai de Bragança a Beja, bem como das regiões espanholas de Zamora a Olivença. No domingo, a “orquestra de bolso” vai atuar na Rapoula do Côa (Igreja Matriz – 11h30), Alfaiates (Igreja Matriz – 14h30), Aldeia Velha (Igreja Matriz – 16h00) e Soito (Salão Paroquial – 17h30). Os espetáculos têm entrada gratuita.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta