Cultura

Obra de Júlio Dinis recordada em setembro na BMEL

Escrito por Jornal O Interior

A Biblioteca Municipal Eduardo Lourenço (BMEL), na Guarda, dedica este mês à obra do escritor Júlio Dinis (1839-1871), um dos grandes autores clássicos da literatura portuguesa.
Médico e professor, Joaquim Guilherme Gomes Coelho – que adotou o pseudónimo de Júlio Dinis – é evocado com uma mostra bibliográfica e a exibição do documentário “As Pupilas do Senhor Reitor” no dia 12 (18 horas). A sua obra «está classificada como manifestação da transição literária entre o estilo romântico e o realismo», tendo publicado vários romances, entre eles “As Pupilas do Senhor Reitor” (1867), “Uma Família Inglesa” e “A Morgadinha dos Canaviais”, ambos em 1868. Dois anos depois editou “Serões na Província”, que reuniu vários contos. No ano da sua morte foi publicado o romance “Os Fidalgos da Casa Mourisca” e, postumamente, em 1874, as suas “Poesias”. Já os “Inéditos e Esparsos” foram editados, em dois volumes, em 1910. Em setembro a BMEL apresenta também a exposição fotográfica de Paulo Velosa “One more day in Neverland”, que é um diário de viagem pela América Latina.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta