Cultura

Festival contraDança na Covilhã, Gouveia e Teixoso

Escrito por Jornal O Interior

Covilhã, Gouveia e Teixoso acolhem este ano as atividades do contraDança – Festival de Dança e Movimento Contemporâneo, que começa segunda-feira e prolonga-se até 14 de outubro.
A décima edição do evento inclui 15 espetáculos de teatro, marionetas, dança e música, bem como uma feira do livro, uma exposição de desenho de Sérgio Novo e um mercado negro. Como habitualmente, o contraDança dá primazia aos novos artistas e projetos, que vão partilhar o palco com criadores consagrados. O festival começa esta segunda-feira (15h30) no Agrupamento de Escolas do Teixoso com o grupo Abrego Teatro (Espanha), onde atuará no dia seguinte o Teatro e Marionetas de Mandrágora (Portugal). A programação muda-se depois para o auditório das sessões solenes da Universidade da Beira Interior, por onde passarão criações da ASTA/ Teatrubi (Portugal), Paco Ventera (Espanha), Pé no Mundo (Brasil), Ballet Contemporâneo do Norte (Portugal) e do projeto Syllyseason (Portugal).
De 2 a 5 de outubro o contraDança está no New Hand Lab com criações de dança contemporânea dos portugueses João Costa Espinho, Filipa Francisco e Joana Castro, além do teatro da ESTE. Finalmente, de 10 a 12 de outubro será a vez de Joana Von Mayer Trindade & Hugo Calhim Cristóvão, da Inestética Companhia Teatral e da cantora Valérie Renay subirem ao palco do Teatro Cine de Gouveia. O contraDança é promovido pela ASTA – Teatro e Outras Artes com o apoio da Direção-Geral das Artes.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta