Sociedade

Turismo e cultura em debate no Dia da Europa

Escrito por Sofia Craveiro

«Não há nenhum turismo que não seja cultural», disse Pedro Machado, Presidente do Turismo do Centro, no âmbito da sua intervenção na Mesa Redonda que marcou as comemorações do Dia da Europa na Guarda.  Sob o mote “Guarda Capital 2017, que futuro?”, o responsável afirmou a importância da candidatura da cidade a Capital Europeia da Cultura 2027 frisando que «o turismo é um aliado muito forte dos projetos culturais» e que a Guarda «representa aqui uma plataforma que combate o “litoralismo”». Jorge Brandão, em representação da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro sublinhou também que a «ligação entre o regional e o europeu» é um elemento «relevante» desta candidatura. Durante intervenções teóricas que abordaram aspetos futuros da cultura europeia, os elementos da mesa sublinharam ainda a importância do processo de candidatura para a cidade mais alta «mesmo que este não se traduza numa eleição», pelo desenvolvimento e parcerias que este cria, conforme explicitou Urbano Sidoncha, docente da Universidade da Beira Interior.

As comemorações do Dia da Europa decorrem durante todo o dia na sala António Almeida Santos do edifício da Câmara Municipal da Guarda. Durante a tarde decorrerá a conferência “A Europa Cultural, que futuro?”, que será encerrada pelo Presidente da Câmara da Guarda Carlos Chaves Monteiro. O dia comemorativo termina com um concerto da Orquestra Filarmónica Portuguesa, às 21 horas no TMG.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixe comentário