Sociedade

Governo vai declarar crise energética por causa da greve dos motoristas

Escrito por Luís Martins

O Governo prepara-se para declarar Situação de Alerta devido à crise energética, pondo em marcha uma série de medidas excecionais com o objetivo de mitigar os efeitos da greve dos motoristas de matérias perigosas prevista para segunda-feira.

A medida deverá ser confirmada durante uma conferência de imprensa conjunta agendada para as 18 horas desta quarta-feira, no Ministério do Trabalho e Segurança Social, com a presença do ministro do Trabalho, Vieira da Silva, mas também do ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, e ,o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado.

Na última paralisação, o Executivo socialista apenas declarou Situação de Alerta depois do início da greve – facto que motivou duras críticas por parte da oposição. Decretado o estado de crise energética, a Rede Estratégica de Postos de Abastecimento (REPA), que define os postos de combustível que têm de ser abastecidos, é acionada. São 333 pontos que terão abastecimento prioritário – provavelmente racionado. No distrito da Guarda haverá dez postos de combustível prioritários.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta