Sociedade

66 anos e 5 meses será a idade legal da reforma em 2020

Escrito por Luís Martins

Depois de subir para 66 anos e quatro meses em 2018 e os 66 anos e cinco meses em 2019, a idade da reforma vai manter-se nos 66 anos e cinco meses em 2020.

Segundo o “Expresso” online, os dados provisórios sobre a evolução da esperança de vida, publicados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), indicam que a esperança de vida aos 65 anos subiu apenas ligeiramente em 2018, para os 19,49 anos, o que compara com 19,45 anos em 2017. A partir deste dado já é possível calcular a idade da reforma para 2020, que, devido ao aumento ser muito ligeiro, se manterá nos já referidos 66 anos e cinco meses.

«Os dados do INE indicam uma maior mortalidade em idades mais avançadas, o que significa uma desaceleração do aumento da esperança de vida aos 65 anos», explica Jorge Bravo, professor de Economia e Finanças da Universidade Nova de Lisboa – Information Management School (NOVA IMS) e especialista em pensões, citado pelo semanário. Estes dados permitem também calcular já o corte para as pensões antecipadas iniciadas em 2019, associado ao fator de sustentabilidade, e que atingirá os 14,7 por cento.

O “Expresso” recorda que a idade normal de acesso à reforma aumentou dos 65 anos previstos na lei até 2013 para os 66 anos em 2014, quando o Governo PSD/CDS-PP reviu o regime, em pleno resgate internacional a Portugal. Assim, a idade da reforma começou a subir em linha com os ganhos na esperança de vida aos 65 anos. Em 2016 passou para os 66 anos e dois meses e, desde então, tem vindo a subir um mês todos os anos. Até agora, já que se vai manter em 2020.

Sobre o autor

Luís Martins

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda sem votos)
Loading...

Deixe comentário