Sociedade

Carlos Pinto vai apresentar queixa contra executivo da Covilhã

Escrito por Jornal O Interior

O Movimento “De Novo Covilhã”, liderado pelo vereador Carlos Pinto, pretende avançar com uma queixa no Tribunal de Contas e Inspeção-Geral de Finanças contra o executivo covilhanense.
O motivo prende-se com a falta de resposta à questão de «quantos funcionários tinha o município (Câmara e empresas municipais) em janeiro 2014 e tem hoje, em setembro 2019, e a quanto montam os custos hoje e naquela data?», colocada na última reunião do executivo, segundo um comunicado enviado às redações pela coordenação do movimento independente. Na mesma nota lê-se que a «Câmara destrambelhada nem a este repto é capaz de responder para esconder o regabofe financeiro quanto a custos de admissão de amigos e partidários». O Movimento “De Novo Covilhã” acrescenta que irá «dar conta da situação» ao Tribunal de Contas e Inspeção-Geral de Finanças. No documento são ainda feitas críticas, entre outros assuntos, às ciclo-faixas que a autarquia está a pintar nalgumas vias da Covilhã. «As ruas da cidade, que não conhecem pintura de passadeiras há anos, estão a ver nascer ciclo-faixas para bicicletas: uma vulgar pintura em cima de asfalto. Esta está a ser feita sem adaptação de verdadeiras ciclovias, cuidando da segurança máxima para os futuros utilizadores de bicicletas», critica o movimento independente.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta