Desporto

Sp. Covilhã é equipa sensação na segunda volta

Escrito por Jornal O Interior

Serranos venceram Oliveirense no domingo e alcançaram a marca de nove jogos sem perder na IIª Liga

O Sp. Covilhã continua sem perder desde janeiro e no domingo somou mais uma importante vitória ao derrotar a Oliveirense por 2-1 na 25ª jornada da IIª Liga.
Motivada e mais forte com os reforços de Inverno, a equipa orientada por Filó está decidida a fazer esquecer a péssima primeira volta do campeonato, que passou quase sempre no fundo da tabela, e ocupa agora o nono lugar da geral, com 34 pontos, os mesmos que o Mafra e Penafiel. No domingo, os covilhanenses alcançaram a marca de nove jogos sem derrotas e surgiram dominadores, tendo inaugurado o marcador aos 19’ na sequência de um pontapé de canto. Diego Medeiros desviou ao primeiro poste para defesa de Kadu e, na confusão, Jaime apareceu no sítio certo para marcar. A Oliveirense reagiu e podia ter reduzido pouco depois numa perda de bola de Guilherme, mas o avançado Agdon escorregou no momento de rematar.
Como quem não marca sofre, foi o Covilhã que aumentou a vantagem aos 33’, numa boa jogada de Adriano pela direita, com o esférico a sobrar para Diego Medeiros que “fuzilou” o guardião oliveirense. Os locais reduziram três minutos depois, com Agdon a desviar certeiro um cruzamento rasteiro de João Graça. O jogo continuou disputado até ao final do primeiro tempo e Mica, após passe de Diego Medeiros, teve nos pés o terceiro golo dos visitantes, mas o remate foi parar às mãos de Kadu. O encontro perdeu qualidade e intensidade no segundo tempo, com os serranos a defenderem a vantagem e a Oliveirense tentar chegar ao empate, mas com muitas dificuldades para criar perigo.
Os únicos lances dignos de registo da segunda parte surgiram já nos descontos, num remate de Ricardo Tavares de longe, e depois num cabeceamento de Bouldini que colocou Vítor São Bento à prova. Este domingo, a invencibilidade do Sp. Covilhã é posta à prova na receção ao Famalicão, segundo classificado a dez pontos do líder Paços de Ferreira. Entretanto, José Mendes foi reeleito na quinta-feira, por unanimidade, para um sexto mandato na presidência do clube. Luís Veiga continua a presidir à mesa da Assembleia Geral e o Conselho Fiscal é liderado por Carlos Mineiro Costa. Os objetivos do dirigente são «manter a estabilidade financeira» do Covilhã», concluir a remodelação do Estádio Santos Pinto e iniciar a construção da Academia, mas também «tentar chegar à I Liga».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixe comentário