Cultura

Rubel, o “príncipe encantado” da nova MPB, no Fundão

Escrito por Jornal O Interior

O músico brasileiro Rubel atua sábado (22 horas) na Moagem, no Fundão, no âmbito do “Open Sounds”, um ciclo promovido pela autarquia que aposta em grupos e artistas internacionais de estilos musicais diversos.
Já apelidado de “príncipe encantado” da nova música popular brasileira, Rubel foi nomeado, em 2018, para o Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum de Música Alternativa de Língua Portuguesa” com o disco “Casas”. Nos sete meses posteriores ao lançamento deste trabalho, o cantor e compositor fez 65 concertos em 51 cidades, dentro e fora do Brasil. Em 2011, o artista foi estudar Artes na Universidade do Texas, em Austin (EUA), onde começou a escrever as primeiras canções. Dois anos depois lançou o seu primeiro trabalho intitulado “Pearl”, com sete temas. Na sua música, Rubel «junta o melhor da MPB (Música Popular Brasilleira), o melhor do folk americano e o melhor do indie», adianta a produção, numa «mistura mágica juntando letras intensas e uma voz deliciosa de se ouvir». Esta combinação vale também para as influências de Bon Iver, Bob Dylan e Fleet Foxes na sua melodia. Já na escrita, o cantautor brasileiro diz-se inspirado por Caetano Veloso e Jorge Ben. A passagem pelo Fundão faz parte da digressão de onze concertos de Rubel em Portugal durante março e abril.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixe comentário