Cultura

Miguel Pereira coordena projeto da ASTA inspirado no universo têxtil

Escrito por Jornal O Interior

A ASTA está a desenvolver um novo projeto artístico intitulado “Tecer-Entretecer-Destecer”. O ponto de partida desta criação é o universo têxtil da Covilhã e da região, estando a ser trabalhada em residência artística sob a coordenação de Miguel Pereira, um dos mais conceituados coreógrafos nacionais e um dos expoentes máximos da nova dança portuguesa.
A primeira fase, que já está a decorrer, consiste na visita a fábricas abandonadas e outras em funcionamento, museus, paisagens e rotas da transumância na Covilhã, Serra da Estrela e aldeias adjacentes. Os mentores do projeto vão conhecer e falar com antigos e atuais operários fabris, com atuais e antigos pastores, tendo como guia o romance de Ferreira de Castro, “A lã e a neve”. O espetáculo final tem estreia marcada para 4 de maio, em Famalicão da Serra (Guarda), no dia em que a ASTA cumprirá 19 anos de existência. “Tecer-Entretecer-Destecer” segue depois em digressão pelo Porto, Beja, Évora, Vila Franca de Xira, Guarda, Covilhã, Idanha-a-Nova e Gouveia. Estão também agendados espetáculos para Santander e Burgos, em Espanha. «É um imperativo esta revisitação ao passado da Covilhã, onde iremos fazer leituras e releituras, tendo como ponto de partida arquivos e documentos históricos; testemunhos na primeira pessoa; estudos académicos em torno do tema e textos romanceados, que tocam a indústria têxtil», adianta a ASTA.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixe comentário