Sociedade

«O território é aquilo que temos de mais disponível»

Escrito por Sofia Craveiro

…«Não temos outros recursos naturais, mas temos terra», disse Carlos Chaves Monteiro, Presidente da Câmara Municipal da Guarda, na sessão de abertura do 9º Encontro Nacional de Produtores de Mirtilo, que decorre entre hoje e amanhã no TMG, na Guarda. Na sua intervenção, o edil destacava a importância para as regiões de baixa densidade de apostar na agricultura como forma de aproveitamento do território disponível e reconheceu o papel desempenhado pelo mirtilo nessa rentabilização.

Fernando Martins, Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Centro – que falou em representação da Ministra da Agricultura –  salientou que este evento «é o reflexo que da dinâmica fileira do mirtilo já atingiu em termos nacionais e em particular na região centro» e destacou o volume de investimento alocado ao setor.

O Encontro Nacional de Produtores de Mirtilo realiza-se pela primeira vez na Guarda, local onde está sediada a associação homónima. Durante dois dias serão debatidas na Cidade Mais Alta temáticas relativas à produção, comercialização e distribuição do mirtilo no panorama nacional e internacional. Além de sessões informativas, estão também previstas visitas de campo a explorações do fruto, sessões de “networking” e um jantar de gala onde serão entregues prémios de mérito, empreendedorismo, inovação e personalidade.
O Encontro é organizado pela Agroguarda e pela ANPM – Associação Nacional de Produtores de Mirtilo, com o apoio do município. O Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária e o COTHN – Centro Operativo e Tecnológico Hortofrutícola Nacional são também parceiros.

Saiba mais na edição em papel de O INTERIOR.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta