Sociedade

IPG testa segurança dos futuros “routers” da MEO

Escrito por Luís Martins

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai testar a cibersegurança e a resiliência dos “routers” de nova geração que a MEO irá lançar no mercado nacional em 2020 e identificar eventuais vulnerabilidades nesses equipamentos,.

Segundo um comunicado do IPG, este trabalho vai ser prestado ao centro de inovação da Altice Labs instalado em Aveiro durante seis meses. O projeto vai simular ataques à segurança dos equipamentos de nova geração que a MEO irá lançar, com vista à identificação de potenciais vulnerabilidades.

O Politécnico guardense «irá propor correções e ajustes antes de estes serem instalados nas casas portuguesas e nos outros países onde a Altice opera», refere a nota enviada a O INTERIOR. A será feita no âmbito  de um contrato de prestação de serviços assinado entre o presidente do IPG, Joaquim Brigas, e o presidente do Conselho de Administração da Altice, Alexandre Fonseca.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta