Arquivo

Autarquia quer suspender plano de saneamento financeiro

Manteigas

O Plano de Saneamento Financeiro aprovado pela Câmara de Manteigas pode ter os dias contados. O executivo já votou, por unanimidade, a sua suspensão, faltando agora que a Assembleia Municipal, agendada para dia 28, concorde com a ideia.

A OINTERIOR o presidente do município adiantou que esta proposta tem a ver com o objetivo de «equilibrar as contas» da autarquia. Atualmente, a Câmara vive uma situação financeira «estável, com o valor da dívida abaixo do permitido por lei» e pondera também renegociar com a banca os juros da dívida, especificou Esmeraldo Carvalhinho. O edil socialista está por isso «confiante» que nenhum deputado municipal se irá opor à deliberação do executivo, pois «em causa está a melhoria financeira» das contas. Em vigor desde 2015, o Plano de Saneamento Financeiro «trouxe consequências», assume Esmeraldo Carvalhinho, recordando que votou contra quando o assunto esteve em discussão em reunião do executivo – na altura era presidente José Manuel Biscaia (PSD). A adesão ao plano de assistência deveu-se à necessidade de regularizar faturas de água e saneamento em dívida à extinta Águas do Zêzere e Côa.

Sobre o autor

Deixar uma resposta