À Beira da Mesa

Aquariu’s: onde a arte e o vinho se cruzam com a boa comida

Escrito por Jornal O Interior

Há 26 anos que o restaurante Aquariu’s se afirma como uma das maiores referências da restauração da região das Beiras e Serra da Estrela. Na cidade da Guarda, recomendado pelo Guia Michelin pelo terceiro ano consecutivo, o Aquariu’s tem uma cozinha moderna e uma oferta diversificada. Quando se entra no restaurante, o olhar fixa-se imediatamente no enorme acervo de garrafas e rótulos de uma riquíssima adega, mas também nas esculturas e pinturas que recheiam a “wine gallery”. Nesta primeira sala podemos fazer uma prova de vinhos ou apenas comprar uma garrafa para levar para casa. Há vinhos de todas as regiões demarcadas, para todos os gostos e palatos, e para todos os bolsos. O difícil será eleger!
Os aquários com os seus peixes coloridos, de onde vem o nome do prestigiado restaurante, são apenas uma das caraterísticas decorativas de uma casa que se reinventa constantemente.
À mesa, e depois de apreciarmos pinturas de artistas plásticos que aqui expõem habitualmente as suas obras, começa a viagem gastronómica harmonizada com vinhos da região, de preferência da Beira Interior – como poucos, neste restaurante a carta de vinhos é imensa e inclui a maioria dos produtores da região. Por isso, de entrada, iniciámos a velada com um vinho branco Vale de Esgueva, da Vermiosa (Figueira de Castelo Rodrigo), bem fresco e frutado, que acompanhou muito bem as entradas variadas (da pasta de atum às bolinhas de farinheira, entre outras iguarias).
Conhecido pelo peixe fresco, não quisemos deixar a fama e o proveito por mãos alheias e elegemos uma Corvina do Atlântico com açorda de peixes (14,50€), que estava confecionada de forma singela com sabor a mar. Mas afinal de contas a carne também é “rei e senhor” deste Aquariu´s. Da ementa já constaram o bisonte e até crocodilo, mas há mesa degustámos o novo Taco de Avestruz com batata confitada, ragu de cogumelos e molho de laranja com amêndoa (15,90€), numa perfeita sinfonia de sabores devidamente regado com o discreto, mas bem estruturado, tinto Monte Barbo Reserva 2013 – uma agradável surpresa do sul da Beira Interior. Outra das escolhas garantidas do cardápio são o Tornedó com Queijo da Serra (15,90€) ou os Nacos de Vitela Jarmelista (13,90€), pratos com ingredientes locais e que afirmam sobremaneira a gastronomia regional.
Depois, recomendamos a Pera cozida com Moscatel de Favaios com gelado de limão, numa telha de amêndoa. E prove o Queijo da Quinta do Pisão, de Santana d’Azinha, com Marmelada. Os ingredientes para mais de um quarto de século de afirmação e sucesso deste restaurante passam pela mestria de Jorge Silva, o gerente, na escolha dos melhores produtos e na constante preocupação em promover o equilíbrio entre a tradição gastronómica e a cozinha moderna, combinados com um serviço elegante que permitem a conclusão de que no Aquariu’s “bebe-se bem e come-se ainda melhor!”.

Por: Patrícia Correia

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta