Região

Escola de Pastores com excedente de inscrições

Escrito por Sofia Craveiro

O número de inscrições para a Escola de Pastores está a aumentar diariamente.

Já há, até à data, 89 candidatos inscritos, para apenas 40 vagas disponíveis, de acordo com informações cedidas esta manhã pela Inovcluster – Associação do Cluster Agro-industrial do Centro. 

O “Programa de Valorização da Fileira dos queijos da Região Centro”, liderado por esta entidade vai ensinar a pastorícia, numa iniciativa pioneira em Portugal. O projeto envolve um consórcio alargado de 14 entidades de base regional, no qual estão inseridos os Institutos Superiores Politécnicos de Castelo Branco e Viseu, as entidades coordenadoras desta atividade. As aulas irão realizar-se nas instalações destes institutos e em explorações agropecuárias dos concelhos de Castelo Branco, Fundão, Penela, Oliveira do Hospital, Gouveia e Viseu podendo também vir a contemplar outros concelhos. Especificamente estão abrangidas por esta iniciativa as Denominações de Origem Protegida da Serra da Estrela, da Beira Baixa e a da Rabaçal. A Escola de Pastores pretende «cativar empreendedores que queiram dedicar-se à atividade da pastorícia, cujo objetivo principal é contribuir para o reforço e rejuvenescimento da atividade», de acordo com os promotores.

Este projeto-piloto está inserido no Programa de Valorização da Fileira dos Queijos da Região Centro, que inclui um investimento total de 2,7 milhões de euros. Os alunos que concluírem com distinção a formação poderão depois candidatar-se ao “Vale Pastor”, um prémio monetário no valor de 5.000 euros. «É para nós fundamental que as sinergias que se estão a criar em torno deste setor sejam as melhores. Só desta forma será possível valorizar e fazer perdurar no tempo uma atividade que reflete parte relevante da identidade patrimonial, histórica e económica da região Centro», afirma a presidente da InovCluster, Cláudia Domingues.

O ciclo formativo irá iniciar-se a 23 de setembro e tem inscrições abertas até 23 de agosto (sexta-feira), que podem ser formalizadas através do link https://forms.gle/PU1wBtdPw8W9EMMY7.  

O curso tem a duração de quatro meses, abrangendo um número total de 560 horas de formação prevendo-se o seu término em janeiro de 2020. O “Programa de Valorização da Fileira dos Queijos da Região Centro” é um Projeto co-financiado pelo CENTRO 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. O Programa de Valorização da Fileira do Queijo da Região Centro iniciou-se em 1 de janeiro e, do seu investimento total, 2,3 milhões correspondem ao Programa de Valorização da Fileira do Queijo da região Centro, financiado em 85 por cento pelo Centro 2020, e 428 mil euros dizem respeito à iniciativa Rota Turística e Gastronómica Queijos da Região Centro, financiada em 65 por cento através do programa Valorizar.

Sobre o autor

Sofia Craveiro

Deixar uma resposta