Política

Militantes do PSD de Seia admitem recorrer a tribunal por terem sido impedidos de votar nas diretas

Escrito por Luís Martins

Cerca de 40 militantes do PSD em Seia foram impedidos de votar nas diretas de sábado por os seus nomes não constarem nos cadernos eleitorais e dois deles admitem participar o caso ao Ministério Público, disse fonte social-democrata.

Os militantes, inscritos na secção concelhia local, não votaram para a liderança do partido por não terem recebido atempadamente as referências multibanco para pagarem as quotas, apesar de terem enviado a atualização dos seus dados por correio até 13 de dezembro, que era a data limite.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta