Arquivo

Conferência internacional no IPG dá a conhecer os recursos do lítio em Portugal

“Os Recursos do lítio em Portugal” é o tema da conferência internacional que decorre até sábado na Escola Superior de tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico da Guarda (IPG).

A atividade quer dar a conhecer «o importante papel» que Portugal poderá ter na investigação e prospeção, bem como na eventual exploração, de lítio à escala mundial. Entre os diversos temas a abordar, destacam-se as principais ocorrências de lítio já conhecidas em Portugal, os aspetos legais associados a pedidos de atribuição de direitos de prospeção& pesquisa e de exploração.

Falar-se-á ainda do papel das empresas de extração de minerais industriais, dos avanços tecnológicos relativos ao seu processamento mineral e metalúrgico e do impacto ambiental relacionado com a sua prospeção e exploração. A conferência termina no sábado com saídas de estudo a explorações de minerais industriais litiníferos, atualmente em atividade na região da Guarda, e a antigas minas de estanho, feldspato e quartzo, que se encontram em apreciação para prospeção de lítio na região de Viseu.

Esta manhã, o presidente da Associação Portuguesa de Geólogos (APG), José Romão, considerou que o país tem «um potencial elevado» de lítio que deve ser aproveitado para a dinamização do setor mineiro. «É um mineral estratégico muito importante para várias áreas que estão a crescer de forma bastante sustentada» e havendo escassez no mercado mundial «há que aproveitar esta oportunidade», sublinhou o responsável.

A conferência internacional é organizada pela APG, em colaboração com o IP G e com a Federação Europeia de Geólogos, no âmbito do projeto “A Geologia como Base da Qualidade de Vida. A Sustentabilidade do Lítio na Povoação de Gonçalo”, no concelho da Guarda.

Sobre o autor

Deixar uma resposta