Sociedade

Empresários tentam impugnação da concessão do “Verdinho” na Covilhã

Escrito por Jornal O Interior

Longe de conseguir um consenso entre os covilhanenses, as mudanças previstas para o emblemático café “Verdinho”, na Praça do Município, na Covilhã, podem ter os dias contados.
Segundo avançou a Rádio Cova da Beira, dois empresários do concelho, Samuel Raposo e Nuno Correia, recorreram ao Tribunal Administrativo e Fiscal de Castelo Branco com uma ação de impugnação do concurso de concessão do espaço. Recorde-se que a concessão foi entregue pela Câmara à Casa Quintela – Produtora de Presuntos e Enchidos da Cova da Beira. Já na edição passada O INTERIOR noticiou a contestação do processo por parte de vários empresários da Covilhã, que falavam em «incongruências do processo de locação do estabelecimento “O Verdinho”, assim como das obras em curso».
Agora, com a ação entregue ao tribunal, os dois empresários querem suspender a execução do contrato de concessão, alegando que o júri do concurso decidiu valorizar aspetos que não estavam previstos na versão inicial do caderno de encargos, entre as quais a dinamização de um espaço de venda de produtos regionais, para além do serviço de cafetaria que já era assegurada naquele espaço. Para os empresários, a existir esta alteração, mudam também as regras inicialmente definidas, impedindo que todos os candidatos se apresentassem em «pé de igualdade».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta