Sociedade

Câmara da Guarda faz escritura de duas casas degradadas na Praça Velha

Escrito por Jornal O Interior

A Câmara da Guarda faz esta quinta-feira a escritura de compra e venda de duas casas devolutas na Praça Velha. Os imóveis custaram ao erário municipal 210 mil euros e serão recuperados para acolher novos serviços.
Até agora propriedade da família Patrício Gouveia, os edifícios em avançado estado de degradação e com uma área global de 380 metros quadrados são contíguos aos antigos Paços do Concelho, que atualmente acolhem a sede da Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela. O objetivo da autarquia é requalificar aqueles espaços para que a parte do rés-do-chão seja concessionada à economia privada para atividade comercial e a parte superior seja destinada a espaço museológico ou cultural, como a “Casa da Memória” da Guarda. A edilidade está também a estudar a possibilidade de transferir a Sala de Armas do Museu da cidade para aquele espaço, adiantou a O INTERIOR Carlos Chaves Monteiro. Segundo o autarca, as intervenções projetadas serão realizadas «a pensar nas pessoas e na forma de as fazer regressar e fruir o centro da cidade».

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta