Região

Capeia arraiana anima concelho até dia 25

Escrito por Jornal O Interior

A capeia arraiana, prática reconhecida como Património Cultural Imaterial de Interesse Municipal, está de regresso ao concelho do Sabugal. Desde terça-feira e até dia 25, a tradição desta prática ancestral é renovada em várias freguesias juntamente com a festa da padroeira de cada comunidade. Esta peculiar corrida de touros é única no país e atrai todos os anos milhares de aficionados e apreciadores.
A capeia é a lide de touros com um forcão, uma prática exclusiva das gentes da raia sabugalense que está registada no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (PCI). O ciclo deste ano teve início em Quadrazais, no sábado, mas foi na Lageosa da Raia, esta terça-feira, que começou verdadeiramente. A partir de agora há muito por onde escolher para assistir a uma capeia. Ontem foi a vez da Rebolosa e no dia 12 a tradição cumpre-se em Aldeia do Bispo, segue-se o Soito (dia 13) e a Nave e o Ozendo (dia 14). Aldeia da Ponte (dia 15), Vale de Espinho (dia 16), Alfaiates (dia 17), Forcalhos (dia 19), Fóios (dia 20) e, por último, Aldeia Velha (dia 25) completam o calendário raiano.
Já o festival “Ó Forcão, Rapazes!”, denominado o “campeonato do mundo” da capeia, realiza-se dia 16 na praça de touros de Aldeia da Ponte. Ali, as nove aldeias onde a tradição do forcão está mais enraizada vão medir forças pela melhor lide. São elas Aldeia do Bispo, Aldeia da Ponte, Aldeia Velha, Alfaiates, Fóios, Forcalhos, Lageosa, Ozendo e Soito, que vão lidar touros da ganadaria de José Manuel Duarte, mais conhecido por “Fininho”. A organização da 34ª edição do festival é das Juntas de Freguesia de Aldeia da Ponte e do Ozendo.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta