Desporto

Sp. Covilhã fecha o ano com derrota

Escrito por Jornal O Interior

Covilhanenses jogaram bem mas perderam 3-0 com o FC Porto B, confirmando que estão a viver uma enorme crise de confiança

O Sp. Covilhã despediu-se de 2018 com uma derrota por 3-0 frente ao FC Porto B – a oitava da época – e termina o ano no último lugar da IIª Liga. É o pior registo do emblema serrano da última década.
Os visitantes até nem estiveram mal no jogo da 13ª jornada, disputado no sábado, que foi repartido entre as duas equipas, tendo a eficácia dos portistas feito a diferença. Os locais transformaram em golo as oportunidades criadas e o Covilhã, que somou o sexto jogo sem vencer no campeonato, não foi capaz de aproveitar as suas. Bonani teve tudo para tentar o golo logo aos 5’, mas não arriscou e a jogada perdeu-se confirmando que a objetividade atacante não é o forte dos serranos, que estão a viver uma enorme crise de confiança. Em contrapartida, os portistas mostraram como se faz quatro minutos depois num livre batido por Chidozie que São Bento defendeu bem, mas para o lado, tendo o oportuno Romário Baró aproveitado para abrir o marcador.
Os visitantes reagiram bem e criaram alguns problemas à defesa portista, mas foram os locais que quase marcaram através de um forte remate de Gleison, que Vítor São Bento defendeu em grande estilo. Os “leões da serra” assumiram o controlo do jogo até ao final do primeiro tempo mas não conseguiram concretizar, com Bonani a protagonizar a perda mais flagrante ao ser desarmado no primeiro minuto dos descontos quando tinha tudo para marcar. Na resposta, o Porto B saiu em contra-ataque e ganhou uma grande penalidade, transformada por Marius. Com 2-0 no marcador, os covilhanenses foram à procura do prejuízo na segunda parte. O guardião portista Diogo Costa negou o golo a Adriano, que rematou forte aos 59’, com uma grande intervenção.
Depois foi Mica que tentou a sua sorte e a defesa portista opôs-se bem. Como quem não marca sofre, numa altura em que o Sp. Covilhã dominava e tinha mais bola o FC Porto B fez o 3-0. Aos 78’, Baró serviu Musa Yahaya, que, à vontade na direita, cruzou e Rúben Macedo cabeceou certeiro e estabeleceu o resultado final. A viver a sua pior época na IIª Liga, o emblema serrano, que joga a 2 de janeiro com o Braga B, vai ter que dar a volta ao texto para garantir a manutenção. E para ultrapassar esta crise de resultados José Mendes, presidente do clube, anunciou que conta reforçar a equipa com cinco novos futebolistas em janeiro.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixe comentário