Sociedade

Consórcio Tanagra e Now XXI assume obra do Teatro Municipal da Covilhã

Escrito por Jornal O Interior

O consórcio formado pelas empresas MRG Constrution e Ramos Catarino, vencedor do concurso público para a requalificação do Teatro Municipal da Covilhã, solicitou à Câmara a cedência da sua posição contratual a outras empresas por não conseguir terminar a empreitada no prazo previsto.
A empreitada está agora a cargo do consórcio Tanagra/ Now XXI. A mudança foi revelada pelo presidente Vítor Pereira no final da última reunião privada do executivo. «O consórcio reconheceu ter dificuldades em cumprir em tempo a obra e veio solicitar à Câmara Municipal a autorização para ceder a outro consórcio a empreitada a bem da sua conclusão, feita com qualidade e em tempo. Isso é essencial para que possamos beneficiar dos fundos comunitários, pelo que acedemos ao pedido», disse o autarca aos jornalistas, acrescentando que a proposta foi aprovada. Segundo o edil, atualmente os trabalhos estão a decorrer com «um atraso de algumas semanas», mas os prazos estipulados são «para cumprir». A requalificação do Teatro Municipal da Covilhã está orçada em cerca de quatro milhões de euros e consiste na reabilitação do ex-Teatro-Cine da Covilhã e da antiga residencial Montalto. No futuro, o edifício acolherá o Centro de Inovação Cultural, onde funcionará também um Centro de Incubação e Apoio a Indústrias Culturais e Criativas.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta