Região

Festa das Papas na Póvoa de Atalaia

Escrito por Jornal O Interior

A tradição tem séculos e cumpre-se este domingo na Póvoa da Atalaia (Fundão) em honra de São Sebastião. Nesta festa peculiar são distribuídas papas de carolo e filhoses pela população no final da missa e do cortejo das mordomas das Papas até à capela do padroeiro, uma procissão ritmada pela Banda Filarmónica União de Santa Cruz (Aldeia Nova do Cabo).
Reza a lenda que, em tempos idos, a região foi assolada por uma praga de gafanhotos e a população local tratou de fazer uma promessa ao padroeiro para que poupasse a aldeia e protegesse as colheitas, constituídas maioritariamente por cereais. Em troca, iriam oferecer papas de carolo e coscoréis, feitos com o que resultasse das colheitas salvas. Consta-se que todas as terras vizinhas sucumbiram à praga, mas que a Póvoa de Atalaia foi poupada, sendo que os pequenos predadores foram morrer, «por milagre», à porta da capela de São Sebastião situada na aldeia. Desde então que os seus habitantes se empenham no cumprimento da promessa ao terceiro domingo de janeiro. Ano após ano, grupos de 25 famílias ficam encarregues de elaborar as papas, sendo que o chafariz situado no centro da aldeia divide os bairros que, alternadamente, preparam a festa. Já na capela as papas são benzidas e distribuídas pelos homens por todos os presentes.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta