Região Sem categoria

Gouveia recolhe bens de primeira necessidade para Moçambique

Escrito por Luís Martins

A Câmara de Gouveia anunciou que está a recolher bens de primeira necessidade para apoiar a população moçambicana atingida pelo ciclone Idai.

A autarquia refere, em comunicado, que a ação destina-se a angariar alimentos, medicamentos e produtos de higiene e de limpeza, que podem ser entregues nas Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários e Juntas de Freguesia do concelho. O município apela à solidariedade dos seus residentes «através da doação de medicamentos (essencialmente para infeções gastrointestinais e analgésicos), produtos alimentares enlatados com período de validade prolongado, produtos para o tratamento de água e produtos de higiene pessoal e de limpeza de instalações».

Os donativos entregues serão posteriormente recolhidos pelo município e enviados para Moçambique, em articulação com o Ministério dos Negócios Estrangeiros. A passagem do ciclone Idai em Moçambique, no Zimbabué e no Maláui fez pelo menos 761 mortos, segundo os balanços oficiais mais recentes. Em Moçambique, o número de mortos confirmados era de 446 na segunda-feira, estimando-se em 531 mil o número de pessoas afetadas. Há ainda 109 mil entradas em centros de acolhimento, das quais 6.500 dizem respeito a pessoas vulneráveis – idosos e grávidas que recebem assistência particular. A cidade da Beira, no centro litoral de Moçambique, foi uma das mais afetadas pelo ciclone na noite de 14 de março.

 

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta