Pedro Nuno Santos

Escrito por Jornal O Interior

A Infraestruturas de Portugal (IP) atrasou ou adiou 18 obras incluídas no programa Ferrovia 2020, segundo o “Jornal de Notícias”. Em todo o país as obras nas ligações ferroviárias têm anos de atraso. No caso da Beira Alta há obras (nomeadamente a de ligação a Vilar Formoso e Mangualde) que só estarão prontas em 2023. A justificação apresentada por Pedro Nuno Santos, Ministro das Infraestruturas, de «constrangimentos que o investimento público enfrenta», não pode justificar atrasos que se verificam em todo o país e menos ainda depois de o Governo ter assegurado que a ferrovia seria uma aposta neste legislatura.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta