Infarmed

O interior continua a ser o grande desfavorecido do país. Esta é a região que mais sofre com a falta de medicamentos nas farmácias, com 5,4% dos utentes da Guarda a serem forçados a suspender tratamentos por falta de fármacos. Em Castelo Branco quase 7% relatam a mesma situação, sendo o terceiro caso mais grave em Portugal. Apesar da recorrência do problema, que persiste e afeta utentes com doenças crónicas, o Infarmed afirma não haver razão para alarmismos e coloca em causa a viabilidade do estudo que divulgou os dados.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta