Sociedade

IPG participa em mais um projeto sobre envelhecimento ativo

Escrito por Luís Martins

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) está a participar num projeto europeu sobre envelhecimento ativo, denominado “AGEment”, que recorre à cultura para manter as pessoas ativas.

Segundo Carolina Vila-Chã, docente na Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto (ESECD) e responsável pela equipa do IPG, «uma das prioridades é que se preservem as tradições e se promova a transmissão de elementos culturais ao longo de gerações, em que as pessoas mais velhas vão ter uma participação ativa».

O AGEment (Adult senior awareness on Active Ageing: connecting Cultural Heritage with elders empowering) vai «utilizar a Cultura para manter as pessoas ativas do ponto de vista cognitivo, físico e social», acrescentou a professora. O projeto está em execução até outubro de 2020, a equipa de trabalho do IPG vai «recolher tradições e elementos culturais» com o envolvimento do maior número possível de idosos da região.

Carolina Vila-Chã estima que serão abrangidos «mais de 150 idosos» a título individual e através de associações e de instituições particulares de solidariedade social. O IPG participa no projeto com uma equipa que integra cinco docentes e um aluno bolseiro das áreas da atividade física, animação sociocultural, informática e comunicação.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta