Sociedade

Dois médicos e uma enfermeira acusados de negligência no caso da grávida que perdeu o bebé após esperar hora e meia nas Urgências do Hospital da Guarda

Escrito por Luís Martins

Dois médicos obstetras e uma enfermeira do Hospital da Guarda foram acusados pelo Ministério Público (MP) de ofensas à integridade física por negligência no caso da grávida de 37 semanas que perdeu o bebé após esperar hora e meia nas Urgências para ser observada.

A informação foi avançada este domingo à noite pela SIC Notícias. O caso remonta a 16 de fevereiro de 2017.

Saiba mais na próxima edição de O INTERIOR.

Sobre o autor

Luís Martins

Deixar uma resposta