Sociedade

Dia Internacional dos Monumentos e Sítios assinalado na região

Escrito por Jornal O Interior

“Património e Paisagem Rural” é o tema escolhido pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS) para a efeméride que se celebra hoje. Este dia é marcado por várias atividades, muitas delas gratuitas, levadas a cabo pelas instituições culturais da região.
Na Guarda decorre esta quinta-feira (18 horas) a conversa aberta “A Cidade e o Campo: Transformações e Resiliências do Espaço Rural da Freguesia da Guarda” na sede da Junta de Freguesia. A iniciativa é organizada pela Associação Hereditas. Durante todo o dia há também “Visitas Encenadas” no Museu da Guarda, com um horário contínuo das 9 às 18 horas e entrada gratuita. Esta atividade inclui no museu a representação de dois grandes protagonistas da história da cidade o rei D. Manuel I e o bispo D. Nuno de Noronha. Para sábado (18 horas) está agendada, no Jarmelo, a palestra “Barrocos, giestas e pouca terra – Evolução da geomorfologia do Jarmelo”, por Marta Pinto, arquiteta paisagista. Esta iniciativa, organizada pela Associação Cultural e Desportiva local e terá lugar na Casa Museu do Jarmelo.
No munícipio de Pinhel a data é assinalada com a abertura ao público da “Torre do Relógio” durante o dia de hoje. Este edifício albergou o “tombo municipal”, local onde eram guardados os documentos mais importantes do município, das suas instituições regentes e demais organizações», de acordo com a Câmara Municipal. Em Seia, o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios celebra-se no fim de semana com uma caminhada organizada pelo Museu Natural da Eletricidade pelas paisagens rurais do Alva. Esta caminhada realiza-se no sábado e o percurso inclui também uma visita a Castro de S. Romão. A atividade é gratuita, mas requer inscrição prévia.
No Fundão, estará patente ao público, a partir de hoje e até dia 11 de junho, na Sala de Exposições Temporárias do Museu Arqueológico Municipal José Monteiro, a mostra de pintura “Património e paisagem rural na coleção de pintura do Município do Fundão”, que reúne pinturas «que fazem parte do conjunto de obras da coleção de pintura do Município do Fundão de auditoria de Arturo Lema, Barata Moura, João dos Anjos Neves, Manuel Lapa e Mário Costa.», segundo a autarquia.
Na Covilhã, o Museu de Lanifícios terá entrada e visitas guiadas gratuitas nas exposições permanentes “Da Manufatura à Industrialização dos Lanifícios”. Este museu possui, para esta data, um programa repleto de exposições e palestras, com início pelas 9h30 da manhã. O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi instituído em 1992 pelo ICOMOS-Conselho Internacional de Monumentos e Sítios, com o objectivo de promover os monumentos e valorizar o património português, numa iniciativa que também pretende alertar para a importância da conservação e proteção dos locais.

Sobre o autor

Jornal O Interior

Deixar uma resposta